Proposta de Manifesto – 1984 (5) O triunfo da pequena burguesia

Francisco Martins Rodrigues

O triunfo da pequena burguesia

O traço característico do último meio-século é pois a apropria­ção do marxismo-leninismo pela nova burguesia e pequena burguesia de “esquerda”, que o transformou numa arma suplementar de acorrentamento do proletariado. O reformismo completou a obra do terror. Continuar a ler

Proposta de Manifesto – 1984 (4) A era do terror e do reformismo

Francisco Martins Rodrigues

A era do terror e do reformismo

O eclipse do movimento comunista prolonga-se há meio-século. Ho­je começa a ficar claro que a nova corrente comunista lançada por Lenine e pelo Partido Bolchevique foi submergida pelas mutações sociais que ela própria desencadeou. Continuar a ler

Proposta de Manifesto – 1984 (3) A crise do comunismo

Francisco Martins Rodrigues

A crise do comunismo

Não é só em Portugal que os operários estão reduzidos a servir de força de apoio dos reformistas e liberais. A crise das ideias comunistas é internacional. A burguesia conseguiu convencer os operários de que no mundo de hoje já não há lugar para a revolução proletária e para o marxismo-leninismo. Argumentos para isso não lhe faltam: Continuar a ler

O revisionismo é imbatível?

Francisco Martins Rodrigues

Está a classe operária a abandonar o PCP e a deslocar-se para as posições do nosso Partido? Esta é a pedra de toque para saber se trilhamos o caminho iusto. Enquanto um forte núcleo operário não se deslocar para posições revolucionárias, destruindo a actual hegemo­nia revisionista sobre o movimento operário e sindi­cal, todas as nossas preten­sões a fazer uma “política para milhões”, amplas alian­ças, etc., não passarão de folclore.

Continuar a ler