Zapatistas aplaudidos ou o amor da burguesia pelos derrotados

Francisco Rodrigues

Em resposta a um questionário do Jornal de Letras a propósito da recente marcha zapatista sobre a cidade do México, o director da P. O. enviou o seguinte comentário: 

Fala-se, a propósito do zapatismo, em “nova esquerda”. Parece-me tratar-se antes de uma esquerda tímida, mesmo raquítica, de modo nenhum à altura do grandioso movimento popular que represen­ta.

Continuar a ler

Mitos do 18 de Janeiro*

Francisco Martins Rodrigues

Não me atreveria a comentar a entrevista de Fátima Patriarca ao Público (2/9, suplemento “Leituras”) se o meu nome não fosse chamado à baila, a certa altura, como inven­tor do “mito do soviete da Marinha Grande”, durante o movi­mento operário de 18 de Janeiro de 1934.
Continuar a ler

A revolução que não pôde ser socialista

Francisco Martins Rodrigues

 Há os que amaldiçoam a revolução russa como “totalitária”, há os que a ideaíizam como a aurora do socialismo é mais que tempo de uma visão realista da sua grandeza e dos seus limites históricos.

Continuar a ler

Um guerrilheiro em apuros

Francisco Martins Rodrigues

SE QUEREM divertir-se a valer, leiam as aventuras e desventuras deste infeliz chefe da segurança do PS. vítima da sua dedicação às instituições (O Processo das Armas, Edmundo Pedro, Editorial Inquérito, 1987).

Continuar a ler