Somos todos proletários?

Francisco Martins Rodrigues

Çomo resposta aos reaccionários arautos da “extinção do proletariado”, tem circulado nos meios de esquerda a afirmação de que proletários, segundo Marx, seriam praticamente todos os assalariados.

Continuar a ler

Enlatados reformistas em molho europeu – o mesmo velho sabor

Francisco Martins Rodrigues

Reunido para debater as eleições para o Parlamento Europeu, o colectivo de “Política Operária” decidiu manter-se alheio a qualquer das candidaturas da área da esquerda. A seguir, a fundamentação da atitude tomada.

Continuar a ler

Idealização da revolução russa atrasa o avanço do comunismo

Francisco Martins Rodrigues

No seu artigo (P.0.76 e 78), Manuel Raposo procura demonstrar que a Revolução Russa poderia ter chegado ao socialismo e marcou com fortes traços de socialismo a URSS enquanto esta existiu.

Continuar a ler

Mitos do 18 de Janeiro*

Francisco Martins Rodrigues

Não me atreveria a comentar a entrevista de Fátima Patriarca ao Público (2/9, suplemento “Leituras”) se o meu nome não fosse chamado à baila, a certa altura, como inven­tor do “mito do soviete da Marinha Grande”, durante o movi­mento operário de 18 de Janeiro de 1934.
Continuar a ler

Dislates sobre a Revolução Russa

FranciscoMartins Rodrigues

Arnaldo Matos expôs, numa palestra no Hotel Roma, em Março, as conclusões do seu estudo sobre o fracasso da União Soviética. Em seu entender, a construção do socialismo na URSS falhou por não ter sido dada a atenção devida aos últimos escritos de Lenine, nomeadamente quanto à NEP. O mais certo é o ideólogo do MRPP ignorar que está assim a retomar as posições defendidas por Bukarine, violentamente atacadas na época por Staline e há alguns anos reabilitadas por certos meios social-democratas. Teremos agora Arnaldo transformado em anti-stalinista involuntário?

Continuar a ler